“Sou feio, mas tô na moda”! Conheça o Normcore, tendência para o Inverno 2014

27 - 05 - 2014

mequetrefismos-puretrend-normcore

Eis que surge mais uma daquelas propostas polêmicas do mundo da moda: o Normcore. Principal protagonista dostreet style da temporada Outono/Inverno 2015 do hemisfério norte, o significado do estilo que virou uma tendência nada mais é do que o “ter estilo, sem ter estilo”. Estranho? Esquisito? Confuso? Digamos que simples.

Diferente da cena hipster, que invadiu o mundo da moda com as suas produções milimetricamente pensadas para serem despretensiosas, porém hiperproduzidas, o Normcore se aproxima cada vez mais de uma estética funcional e confortável, sem muitos adereços e delongas. Entre os principais “norm-icons”, pasmem, estão o fundador daApple, Steve Jobs, e o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. O visual dos líderes foi inevitavelmente abraçado por um time super cool de trendsetters, fashionistas e veículos como New York Times e The Huffington Post.

Diante das marcas registradas da turminha estão os casacos mais estruturados: peacoats, blanket coats e trench coats dão “peso” às produções que normalmente incluem uma t-shirt básica e um bom e velho par de jeans, de preferência com a barra dobrada. No Brasil de inverno tropical, a leitura pode ser perfeitamente adaptada com jaquetas jeans, camisões e parkas.

Outro highlight são as blusas com gola “turtle neck”, também conhecida como gola “rolê”. A peça, assim como o moletom, coordenados e o macacão, é mais uma que faz o elo com os 90’s e complementa a lista de itens obrigatórios.

Apesar dos acessórios não serem o forte dos adeptos do estilo, eles têm sua importância. Ao lado dos creepers e sapatos híbridos, os tênis assumem o posto de calçados da vez, em suas versões mais esportivas e cada vez menos “deluxe”. Ficam para trás os sneakers de cano alongado, que dão espaço para modelos clássicos da New Balance e da Nike, como o Air Max, que reinou durante a década de 90. Na cabeça, bonés e gorros voltam a ser queridinhos.

Na leitura da moda e do Normcore, nada é mais contemporâneo, interessante e chic do que ser básico e desapegado. Em linhas gerais, desconstruir para uma nova construção do estilo.

 

{Conteúdo produzido originalmente para o PURETREND}