“Deixa para o santo”: cultura afro-brasileira inspira a gastronomia contemporânea

16 - 03 - 2016

mequetrefismos-oferenda-gourmet-gastronomia-orixas

As manifestações culturais afro-brasileiras, em especial o Candomblé, estimularam a chef Bel Coelho a imergir numa longa pesquisa sobre os rituais da religião e sabores das oferendas. Atos como o de oferecer flores, frutas, bebidas, fumos, velas, alimentos em agradecimento, pedidos, abertura de caminhos serviram como ponto de partida e principais inspirações para a profissional criar um menu degustação em homenagem as oferendas e aos orixás com um toque pra lá de especial, utilizando técnicas modernas como esferificação (que consiste em fazer aquelas bolinhas, tipo Caviar fake) e cozimento à vácuo e em baixa temperatura para o Restaurante Clandestino em São Paulo.

Confira alguns dos pratos:

- IEMANJÁ:

Orixá soberana, rainha dos mares, simboliza a maternidade. A mãe das águas foi reverenciada com robalo acompanhado de farofa de coco, representando a areia do mar, pérolas de leite coco e geléia de rosas, servidos num prato espelhado.

Iemanjá

- IANSÃ:

Orixá guerreira deusa dos ventos e das tempestades, conhecida pelo temperamento forte e independente. Homenageada com camarão grelhado, purê de feijão fradinho, farofa de camarão seco e vatapá líquido picante.

mequetrefismos-gastronomia-orixas-iansa

-XANGÔ:

Orixá Deus da justiça, pedreiras e do fogo, ganhou uma rabada com canjiquinha e quiabo grelhado. Para representar as chamas, o prato vem flambado.

mequetrefismos-orixas-gastronomia-xango

- OXUM:

Orixá feminino, da prosperidade, riqueza, do amor e da beleza. Inspirou uma sobremesa com banana ouro, creme brulée, melaço de cana, creme de cumaru, sorvete de gema e caramelo de coco.

mequetrefismos-orixas-gastronomia-oxum

 

 

Um gesto incrível de unir gastronomia, cultura, rituais, valorizando a cultura brasileira com uma leitura contemporânea e inusitada, despindo preconceitos e intolerância religiosa.

 

 

 

Serviço:

Clandestino – Alameda Franca, 1590 – Jardim Paulista, São Paulo – SP, 01422-001 / Tel: (11) (11) 2649-7952

VEJA TAMBÉM:

Sexta-feira branca: confira seleção com os “white-looks” da vez

Tags:

lana-pires-mequetrefismos

Lana Pires

Carioca da Ilha do Governador e perdida em Atlanta, Lana é a nossa voz (e paladar) quando o assunto é gastronomia. Nos "States" pegou gosto pela terapia das panelas e desde então vive uma aventura constante no mundo da culinária. Criadora do perfil @aventureira_na_cozinha, compartilha dicas e receitas recheadas de muito amor!