Lugar de Negro: confira um “dream team” que faz a diferença

20 - 11 - 2015

mequetrefismos-dia-da-consciencia-negra-negros-ilustres

Hoje é Dia da Consciência Negra, Dia de Zumbi dos Palmares. Apesar da data dedicada à reflexão e discussão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira, esse deveria ser um exercício diário para todos, o que sabemos que ainda está longe de ser. Mas, porém, contudo, todavia, existe um time, uma “constelação” forte, brilhante e poderosa, que faz da prática da “consciência negra” uma atividade ao longo de todo o ano, arregaça as mangas e vai à luta. É desse “dream team” que estamos falando!

Para homenagear essa turma que ajuda a fazer a diferença ao longo de 2 mil e cris… (ops, 15!), fiz uma seleção dos principais representantes de cada segmento, que servem de inspiração para inúmeras outras iniciativas. É claro, que existe muita, mas muita coisa bacana sendo produzida por aí (e sempre precisamos de cada vez mais). Como não podemos enumerar todas, sinta-se à vontade para divulgar e espalhar todo esse amor por aí. Quem sabe não nos encontramos por aqui no ano que vem? Quem sabe não viramos uma premiação que saia do virtual para o real?! É o que tudo indica… ;)

Vamos aos nomes!

INICIATIVAS:

Dona do blog “Coisa de Menina Indecisa”, a Priscila (@priscilajbarbosa) é a responsável pelo maravilhoso Projeto #AUTOESTIMADIVA, que leva para as escolas públicas do Rio de Janeiro um belo trabalho de empoderamento, valorização e autoestima voltada para jovens e adolescentes.

mequetrefismos-project-tribe-juliana-luna

Muito além do que uma estética de tirar o fôlego, o Project Tribe  da brasileira Juliana Luna (@julianaluna) e da norte-americana Vanessa (aka Boehmian Bazaar) é uma plataforma para se conectar com mulheres ao redor do mundo, além de compartilhar amor e positividade.

  • Igualdade Racial: ID_BR

mequetrfismos-luana-martins-id-br

Em um mix de moda e resistência, a brilhante Luana Martins faz o seu manifesto pela ID_BR. A partir da camisa com o símbolo da Igualdade Racial idealizada para o projeto, Luana convida as pessoas a refletirem sobre sua pele e as suas causas.

mequetrefismos-diane-lima

Liderado por Diane Lima (@dianelima), o No Brasil  é um dos projetos mais consistentes quando o assunto é debater a identidade histórica do país, com ênfase na cultura afro-brasileira, e como tratá-la diante dos processos criativos.

MODA E BELEZA:

11012455_1113059122054742_6162972457061562990_n

Criada pela Loo Nascimento(@loo_ana), a Dresscoração é sinônimo de frescor e ancestralidade. Ela consegue aliar com excelência o mix tendências de moda e afro-brasilidade – sem ser modismo!

 

  • Acessórios: Gabriela Monteiro – Exímia 

mequetrefismos-gabriela-monteiro

Já falamos da Exímia por aqui  . A marca da Gabriela Monteiro (@gabi_monteir0) ressignifica matérias-primas inusitadas, e o resultado? Joias opulentas e cheias de personalidade! Assista ao vídeo:

 

mequetrefismos-josy-ramos-blogueira-negra-1

A carioca Josy Ramos(@josyramos) pode ser considerada uma das ótimas representantes da “black blogosfera”. A jovem de 21 anos é uma inspiração bacana para outras meninas quando o assunto é o famoso “look do dia”, quando falamos em transição capilar ou, simplesmente, queremos uma ideia de cor para as próximas box braids!

 

12187873_10206969740395960_7119272926429220764_n

O Jota Ângelo (@o.u.b.p.) é “o” cara! Além de ser o nosso colunista de masculino (o que nos enche de orgulho), ele toca o seu maravilhoso blog O Último Black Power com posts sobre moda (masculina e feminina), beleza e comportamento com uma pegada altamente street, fazendo da linguagem urbana o seu grande diferencial. Em tempo: o blogger entrou em sua mais nova empreitada e lançou a sua marca, a Snipper ! Espia só!

 

mequetrefismos-mahany-pery

A carioca de apenas 17 anos fez história na última edição do São Paulo Fashion Week. Rainha das passarelas, Mahany (@mahanypery)  é estrela de editoriais e campanhas, entre elas, das marcas-desejo Helô Rocha e Wymann em collab com a Ipanema. Recentemente, ela foi considerada uma das principais modelos da nova geração pela Vogue America.

 

Sou fã e não é de agora. Um dos principais nomes do jornalismo e da produção de moda brasileira, seja aqui ou no exterior, Igi (@igiayedun) já imprimiu sua atitude em veículos como Capricho, Elle Brasil e Estadão. Atualmente, além dos trabalhos como stylist, ela segue como Diretora de Moda da revista independente U+Mag e com pautas majestosas para a L’Officiel Brasil.

 

11953255_1595734054022923_4855675101568329979_n

É o verdadeiro exemplo de quem mete a cara e chega lá. A dupla composta pelas produtoras Suyane Ynaya (@suyane_ynaya), Lídia Thays (@lovemisslillyb) e pela fotógrafa Catarina Martins (@catmonk_) toca os editoriais com ênfase na beleza negra, com uma estética bastante apurada e inspiradora.

 

Mequetrefismos-Daniele-da-Mata

A Dani também já deu o ar da sua graça por aqui. Proprietária da Da Mata Makeup, ela é responsável por um dos cursos mais bacanas de automaquiagem para a pele negra. Ela roda o país com o projeto “Negras do Brasil”, dando oficinas e workshops para as interessadas pelo universo da beleza.

 

mequetrefismos-Aina-Garvia

Ela literalmente faz a minha cabeça! Ainá Garcia (@madamegarcia), ao lado de sua fiel escudeira Luena Mello, são as responsáveis por embelezar ainda mais o cabelo afro e a trazer técnicas e a utilizar materiais inovadores como o weave crochet e as fibras mais leves para box braids (que na nossa época se chamavam trança “rastafari” ou “afro”).

 

MÍDIAS:

- Influencer feminino: Magá Moura 

1454606_10152937497798889_6532432414676966665_n

Quem melhor do que a Magá (@magavilhas) para ocupar esse posto? A cool hunter e RP está em todas! Seja na London Fashion Week, no Afropunk, como uma das embaixadoras da Nike Brasil ou “dyvando” no #eunacapa da Elle, ela é a nossa principal representante quando o assunto é “colorir o mundo”. Seja pelas suas box braids, pelo seu estilo “afro-brooklyn-harajuku” ou pela sua postura altamente empoderada que inspira seus milhares de seguidores, ela está aí para causar “tombamentos”. Beyoncé que se cuide!

- Influencer masculino: Kaique de Paula 

mequetrefismos-kaique-brasileiro-de-paula-gato-hype

Ele é dono de São Paulo! Kaique (@kairque), blogueiro profissional e com de sindicato, faz e acontece! O moço que vive desfilando por aí seus looks Adidas e suas coleções “nervosas” de sneakers e bonés, domina a linguagem de todas as redes sociais e dá aula para os maiores dos heavy users. De olho nele!

- Fanpage: Daiana Piñeyro – Piñeyronismo 

mequetrefismos-daiana-pineyro-pineyronismo

Quando se fala em Facebook, não me vem mais nada à cabeça do que a página Piñeyronismo. Daiana Piñeyro, a proprietária da fanpage, explora a estética negra com louvor e sem estereótipos. Do tribal ao contemporâneo, do turbante ao jeans, beldades – da vida real ou dos shootings mais irresistíveis -, do gueto ao glam,  a história contada a partir das suas postagens seria o meu mundo ideal.

- Youtube: Ellen Aread

mequetrefismos-ellen-aread

Confesso que ainda não caí de cabeça pelos canais de Youtube. Mas quando conheci a Ellen (@ellenaread), fiquei encantada não só pelas makes, mas também pela fala dela e carisma. Os batons? Dá vontade de pegar todos e sair correndo!

- Snapchat: Alana Pereira (@aaalana)

mequetrefismos-alana-pereira-snapchat

Sem dúvidas, os snaps da Alana são uns dos que mais me divertem! Com um humor espontâneo e alto-astral, ela narra o seu dia a dia com bastante irreverência, sem parecer que está em um confessionário (fica a dica). O “giro de notícias” é o melhor!

- Instagram feminino: Larissa Cunegundes (@laricunegundes)

12119009_1185938431422910_4528827536354282076_n

Diretamente de Brasília, a moça dá um banho quando o assunto é Instagram. Fotos bem editadas e lindas, looks estonteantes, mas sem tirar aquele apelo de vida real. Tudo muito “effortless”, sem construção de personagem, é um registro de tudo que ela vive – de verdade.

- Instagram masculino: Levi Novaes (@levisnovaes)

mequetrefismos-levi-novaes-levis

Esse também faz um bom uso do seu Insta. Stylist, produtor e dono de um estilo contemporâneo, “Mr. Levis” é uma das principais inspirações quando o assunto é “Afropunk” – seja pela estética, seja pela ideologia.

LIFESTYLE E BEM-ESTAR

- Fitness: Maryam Kaba – Afrovibe Dance Workout 

MEQUETEFISMOS-AFROVIBE-MARYAM-KABA

A Maryam é outra que também já deu as caras por aqui . Ao lado de Doris Martel, trouxe o Afrovibe para o Brasil. A técnica propõe uma mistura audaciosa entre as danças africana, oriental e caribenha, com coreografias executadas ao som de ritmos africanos e percussões do mundo todo. É imperdível!

- Blogger “Bem-Estar”: Thais Pires

mequetrefismos-thais-pires

Outra cria da casa! Nossa colunista de Decoração Thais Pires (@reglapires) se arriscou no mundo do lifestyle e fitness e está uma lin-de-za! Encontre por lá dicas de corrida, alimentação e bem-estar!

CULTURA:

- Audiovisual:  Yasmin Thayná 

mequetrefismos-yasmin-thayna

Pense em uma mulher destruídora. Sim, essa é a Yasmin Thayná(@yasminthayna) ! A diretora do aclamado curta-metragem KBELA , que retrata com uma sensibilidade indiscutível o que é ser mulher e tornar-se negra, é uma das principais apostas do nosso cinema nacional (e já considero mundial também).

 

- MúsicaMc Soffia 

mequetrefismos-mc-soffia

Quem não morre de amores pela MC Soffia? A menina de 11 anos emplacou o hit “Menina Pretinha” e, a partir dos seus versos, dá uma verdadeira aula sobre emporderamento e valorização da cultura negra para crianças, adolescentes e adultos.

 

- Fotografia: Larissa Isis 

mequetrefismos-larissa-isis

Poucos nos retratam tão bem quanto Larissa Isis (@larisis). A fotógrafa que tem como especialidade captar a estética negra (sem se limitar) entende como ninguém dos jogos de sombra, luz e ângulos que nos valorizam ainda mais. Ela também tem projetos especiais que merecem ser espiados como o “Love Wins” e “Noivas Negras”.

- Dança: Gessica Justino

mequetrefismos-gessica-justino

Dentre as coisas que motivam a produtora e uma das cabeças do Coletivo Obá, Gessica Justino (@Gessica Justino), a viver são: dança, moda, arte, educação e cultura. Ela, que recentemente esteve no espetáculo “Chica”, da Cia. Étnica de Dança, nos mostra o quanto é importante o resgate da nossa história a partir do conjunto de todos esses mecanismos.

- Performer: Aurora Borealis 

mequetrefismos-aurora-borealis

Essa é QUEEN em caps lock. Figura garantida nas noites mais celebradas do Rio de Janeiro (e de outros cantos), além de quebrar a internet com o seu “lip sync”, ainda tem um tempinho para atacar de DJ, modelo, atriz e make up artist. Quer saber ainda mais? Ela é uma das protagonistas da websérie Drag-se .

Lugar de negro? É onde nós quisermos estar!